quarta-feira, 30 de abril de 2008

Fla faz história no Estádio Azteca

Foi uma noite que entrou para a história, no Estádio Azteca. O América do México nunca havia perdido antes para uma equipe brasileira na Libertadores, mas a escrita acabou com uma goleada que poderia ter sido mais humilhante ainda. Agora, o Flamengo pode até perder por dois gols o jogo de volta, no Maracanã, dia 7 de maio, que ainda assim estará classificado para as quartas de final da competição.
Marcinho marcou duas vezes e foi o destaque da partida, mas Diego Tardelli também saiu de campo como herói porque entrou no segundo tempo e deixou sua marca, assim como fez na final da Taça Guabanara. O gol de Léo Moura serviu para fechar o caixão. Que sirva de lição. O Flamengo não precisa fazer cálculos para enfrentar adversários fracos e tem que impor sua condição de campeão do mundo contra quem quer que seja, onde estiver.
Flamengo: Bruno; Luizinho, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan (Leo Moura); Jaílton, Cristian (Diego Tardelli), Kléberson e Ibson; Marcinho e Souza (Obina).

Nenhum comentário:

Zoando os chorões!

Loading...