sábado, 7 de junho de 2008

Momento é de cautela e pés no chão

Nunca foi tão fácil. O Flamengo liquidou a partida nos primeiros 45 minutos e depois passou a administrar a vantagem, tirando o pé do acelerador. No segundo tempo, o Figueirense chegou a ter algumas chances, mas foi Souza quem aproveitou rebote do goleiro e ampliou a vantagem, roubando de Marcinho o posto de herói do jogo.
A imprensa precisa criar manchetes para sobreviver e, como sempre acontece na Gávea, a turma de bajuladores que vive atrás de suporte financeiro estará segunda-feira no treino para homenagear os jogadores. Festejar é importante, mas não se pode entrar no clima de oba-oba. É hora de manter os pés no chão para ir longe.

Nenhum comentário:

Zoando os chorões!

Loading...