quinta-feira, 25 de junho de 2009

A eterna necessidade de aparecer

Léo Moura nunca conquistou nada na carreira. Antes de chegar ao Flamengo, mais parecia um cigano do futebol que não conseguia se firmar em lugar nenhum. Na Gávea encontrou privilégios e foi transformado em astro pela imprensa pautada por empresários e dirigentes. O sucesso nunca antes atingido o fez achar que de fato estavam dizendo a verdade.
Léo Moura sonhou com Seleção e a transferência para a Europa, mas não conseguiu nenhuma das duas coisas. Agora, longe das lentes e do noticiário, precisa apelar para chamar atenção. A necessidade de aparecer é tanta que o lateral não passa uma semana sem ir ao salão de belezas e vive dizendo ser mais bonito que os companheiros. Na Gávea, entre Associados e Conselheiros de bom senso, Léo Moura é motivo de piada pois todo mundo sabe que se ele estivesse duro feito um côco e jogando no Olaria a funkeira Perla, ou qualquer outra dessas oportunistas, jamais lhe daria bola.

5 comentários:

Anônimo disse...

Isso mesmo, mete o pau nesses safados !!!

Anônimo disse...

Isso aí é um palhaço... pior é que tem gente que acha que o cara é bola!!! mas na verdade é um merda

Anônimo disse...

Esse ta bom é pra trabalhar no circo !!!!! PALHAÇO

Anônimo disse...

A GÁVEA SE TRANSFORMOU EM MUM CIRCO: SÓ TEM PALHAÇO

URUBA-ES disse...

E agora, FlaLIXOpress, se o Zico vier mesmo para o mengão, vocês vão continuar jogando pedra?

Zoando os chorões!

Loading...